SOS Haiti


     A igreja Renascer em Cristo está realizando uma campanha para ajudar as famílias que foram afetadas pela tempestade Sandy no Haiti.
     A ação social consiste na arrecadação de alimentos não perecíveis, roupas em bom estado e produtos de higiene. As doações podem ser realizadas em todas as igrejas Renascer em Cristo.
     “O evangelho consiste em ajudar o necessitado. O Haiti é um país marcado pela miséria e pela idolatria, por isso Deus tocou no meu coração para realizarmos esta campanha. Participe. Doe. Vamos levar o amor de Cristo e esperança para aquele povo”, declarou Apóstolo Estevam.
     No dia 12 de janeiro, a Renascer em Cristo realizará a Marcha para Jesus. Pela primeira vez, o evento cristão acontecerá no Haiti. Além de alimentos e roupas, a igreja tem o objetivo de levar uma palavra de salvação e alegria para o país, que é marcado pela miséria e pela idolatria.


Conheça um pouco do Haiti, o país mais pobre das Américas

       O Haiti é um país caribenho que ocupa o terço ocidental da ilha Hispaniola e possui uma das duas fronteiras com a República Dominicana. Além desta fronteira, os territórios mais próximos são: Bahamas, Cuba, Turks, Caicos e Navassa.
A tempestade Sandy não foi o primeiro desastre natural que 
causou graves danos à população haitiana. 
Em 2010, um terremoto de magnitude 7,0 
na escala Richter atingiu a região, 
deixando milhares de pessoas feridas e desabrigadas. 
O terremoto causou a morte de 120 mil pessoas.

      Além de enfrentar diversos problemas de ordem política, o Haiti enfrenta diversos empasses socioeconômicos, por isso é considerado o país mais pobre das Américas. Aproximadamente, 60% da população é subnutrida e mais da metade dos haitianos precisam sobreviver com menos de um dólar por dia.
      Por conta deste histórico, o Haiti foi uma das regiões mais castigadas pela tempestade Sandy, que somente nas regiões caribenhas, causou a morte de mais de 70 pessoas.
     A tempestade danificou mais de 200 mil casas, escolas, hospitais e estabelecimentos. Sem contar os 100 mil hectares de plantações que foram destruídas.
      Em relação ao Haiti, o governo decretou estado de emergência. Segundo a ONU, Organização das Nações Unidas, 20 mil haitianos ficaram desabrigados, 60 morreram e 70% da colheita da região sul do país ficou comprometida. Cerca de 1, 8 milhões de habitantes foram afetados pela tempestade, sem contar o governo, que teve um prejuízo de mais de U$ 100 milhões.


Veja o vídeo da campanha:









0 Response to "SOS Haiti"











Seguir por e-mail

powered by Blogger | WordPress by Newwpthemes | Converted by BloggerTheme